Redação

Melhores jogadores do mundo

Quais são os melhores jogadores do mundo em 2022? É sempre difícil elaborar um ranking dos melhores jogadores do mundo, até porque a escolha corre o risco de ser subjetiva, mas existem dados objetivos, como o valor do jogador, ou os troféus conquistados. Leia conosco e descubra quais são os melhores jogadores do mundo em 2022. Vamos lá!

Ranking dos melhores jogadores do mundo em 2022

Vamos ver o ranking dos melhores jogadores do mundo em 2022 e analisar um a um o aspecto técnico dos jogadores mais fortes que escolhemos.

  • 1º: Lionel Messi, Argentina;
  • 2º: Robert Lewandowski, Polônia;
  • 3º: Kylian Mbappé, França;
  • 4º: Cristiano Ronaldo, Portugal;
  • 5º: Neymar Junior, Brasil;
  • 6º: Karim Benzema, França;
  • 7º: Mohamed Salah, Egito;
  • 8º: Erling Haaland, Noruega;

1. Lionel Messi (Argentina – Paris Saint Germain)

O valor do argentino é indiscutível, e até hoje “La Pulga” ainda é o melhor jogador do mundo. No verão europeu de 2021, ele “traiu” seu Barcelona, sobrecarregado de dívidas, para ir aos xeques do Paris Saint Germain.

Messi em sua carreira ganhou a Bola de Ouro 7 vezes (ninguém na história ganhou mais do que ele), ganhou 10 títulos da La Liga, 4 Champions, 3 Mundiais de Clubes da FIFA e em 2021 quebrou o tabu na seleção, levando a Argentina à conquista da Copa América, ganhando do Brasil, primeiro sucesso de Messi com a camisa da Albiceleste.

2. Robert Lewandowski (Polônia – Bayern de Munique)

Segundo muitos, ele teria merecido a Bola de Ouro em 2021, e certamente a teria conquistado em 2020 se a France Football não tivesse decidido não premiá-lo devido à paralisação dos campeonatos devido a uma pandemia. Foi o vencedor do prêmio The Best da FIFA no mesmo ano e na última temporada, 2021-22.

Lewandowski na Bundesliga quebrou o recorde de gols de Gerd Muller em uma única temporada que já durava 50 anos (41 gols do polonês, que bateu os 40 de Gerd), e com o Bayern conquistou uma Champions e um Mundial de Clubes, além de nove ligas alemãs, 7 com os bávaros e 2 com o Borussia Dortmund.

3. Kylian Mbappé (França – Paris Saint Germain)

Muito jovem atacante francês nascido em 1998, mas já vencedor de uma Copa do Mundo com os Blues, e uma Liga das Nações conquistada em outubro de 2021 em Milão.

Mbappé é muito rápido e dotado de grande técnica, e é sempre o protagonista número um na camisa do PSG ao lado de Messi e Neymar.

4. Cristiano Ronaldo (Portugal – Manchester United)

Cinco vezes a Bola de Ouro e sempre competindo com seu amigo/inimigo Messi, Ronaldo é um ícone esportivo do nosso tempo.

Arrastou a seleção portuguesa para a vitória da Eurocopa de 2016, e com o Real Madrid conquistou a Champions por 4 vezes em 5 anos, sendo 3 consecutivas, mais uma com a camisa do Manchester United em 2008, onde regressou após uma passagem de três anos pela Juventus.

5. Neymar (Brasil – Paris Saint Germain)

Junto com Messi e Mbappé, ele compõe o tridente das maravilhas do Paris Saint Germain. Na verdade, o brasileiro é muito propenso a lesões e, portanto, muitas vezes ausente dos campos de jogo.

Em sua carreira conquistou a Champions em 2015 com o Barcelona, e colecionou campeonatos na Espanha e na França, além da Libertadores de 2011 pelo Santos. Com a seleção brasileira, ganhou as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro sobre a Alemanha, dois anos depois do emblemático 7 a 1 nas semifinais da Copa do Mundo do Brasil, em 2014.

6. Karim Benzema (França – R.Madrid)

Quando jogou ao lado de CR7, foi muitas vezes ofuscado pelo português, mas desde que permaneceu o verdadeiro líder em Madrid, começou a liderar os blancos sozinho.

Vencedor de 5 Champions com o Real Madrid, regressou recentemente à seleção nacional e foi decisivo na vitória na Liga das Nações. É forte candidato à Bola de Ouro 2021-2022, depois de campanha incrível na fase mata-mata da Champions com o Real Madrid, onde também foi campeão e movimentou o mercado de apostas em futebol nas diversas casas de apostas que ficam aquecidas nos momentos das decisões.

7. Mohamed Salah (Egito – Liverpool)

É no Liverpool de Klopp que se firmou definitivamente, após passagens ruins por outros clubes. Juntamente com Firmino e Mané compõem o trio ofensivo dos Reds, uma equipe capaz de dominar em casa e fora dela. Salah venceu a Champions com o Liverpool em 2019, e na temporada seguinte arrastou os Reds para a reconquista da Premier League após um jejum de exatos 30 anos.

  1. Erling Haaland (Noruega – Borussia Dortmund)

Ele é o atacante do momento, aquele pelo qual todos estão competindo no mercado de transferências. Haaland fez seu nome no Red Bull Salzburg, depois se mudou para o Borussia Dortmund para continuar marcando gols na Bundesliga e na Champions. Na última janela de transferências se tornou oficialmente jogador do Man. City. Até a próxima!

Como fazer redação para concurso? Aprenda em 6 passos simples!

Como fazer redação para concurso? Quais são os métodos que podemos utilizar para deixar a redação de uma prova de concurso o mais redonda possível? Como saber quais são os possíveis temas que serão abordados em uma redação de concurso público? Quais são os tipos de concurso que exigem a realização de uma redação?

Fazer uma redação, seja de uma prova de concurso inss 2022 ou de uma prova comum de faculdade ou escola, não é nada fácil. Acontece que é necessário seguir uma estrutura de escrita que forneça linguagem ativa ao leitor, ou seja, que o mesmo possa compreender de forma direta aquilo que você deseja.

Além disso, a gramática deve ser impecável. Apesar de parecer algo indispensável, a verdade é que muitos concurseiros deixam a desejar na gramática de português, trazendo problemas imensos em relação a pontuação final de sua redação, sendo muitas até mesmo zeradas pelos descontos realizados pelo avaliador.

No conteúdo de hoje, vamos ajudar você a aprender sobre como fazer redação para concurso. Portanto, se precisar de ajuda neste tópico, recomendamos que nos acompanhe até o final do conteúdo para maiores detalhes. Vamos lá, leia conosco e entenda mais!

Como fazer redação para concurso?

1. Quantidade de linhas

Em média, a quantidade de linhas necessárias para uma redação de concurso é de 30. Mas isso não significa que você precisa preencher todas as 30 linhas para conseguir ser aprovado no concurso. Além disso, a própria prova indica quais são os pré-requisitos para que sua redação esteja dentro do solicitado.

Sabendo disso, portanto, você tem a liberdade de produzir um conteúdo que varia entre 25 e 30 linhas. Nunca faça menos do que isso, mesmo que no caderno da prova esteja especificado que sua redação pode ter, no mínimo, 15 linhas. É um espaço muito pequeno para exemplificar tudo aquilo que é necessário.

2. Use a folha de rascunho

Antes de partirmos para os passos diretos de como fazer redação para concurso, precisamos alertá-lo sobre outra coisa além da quantidade de linhas: use a sua folha de rascunho. Toda prova de concurso que possui redação tem uma folha de rascunho, onde você pode escrever toda a sua redação de forma completa, e por fim redigir para o local correto de avaliação.

A folha de rascunho é interessante porque lá, não há avaliação, então você pode errar várias vezes consecutivas, mudar o seu texto de caminho, ideias e outros detalhes. Assim, ao finalizar a sua redação na folha de rascunho, a mesma estará completa e revisada, bastando passá-la para o local de avaliação.

3. Use 5 linhas por parágrafo

Passando agora para as dicas práticas de como fazer redação para concurso, chegamos então à parte principal, onde o auxiliamos na estrutura direta da redação. A nossa primeira recomendação é que você faça 5 linhas por parágrafo, assim, poderá segmentar a escrita em 6 partes, sempre correlacionadas com o assunto.

Não é uma regra: você pode fazer 4 linhas na introdução e rebater com 6 linhas no parágrafo seguinte, mas é uma boa ideia organizacional do ponto de vista estético da redação. Guarde essa dica, principalmente se estiver pensando no concurso pf.

4. Faça a introdução

Na introdução, inicie seu parágrafo com uma palavra de ação “Entender”, “Compreender”, “Estudar” e nunca com um artigo “O estudo”, “A compreensão”, “O entendimento”, etc. Ainda na introdução, separe três linhas de pensamento sobre o tema da redação, para discorrer sobre a redação.

Por exemplo, se a redação fala sobre o avanço dos carros elétricos no mundo, você pode citar no parágrafo que os carros elétricos reduzem a quantidade de C02, produzem uma melhor mobilidade urbana, e tendem a ser o futuro da humanidade por necessidade e por estarem cada vez mais acessíveis.

5. Faça um parágrafo sobre cada assunto mencionado

Pronto, já fizemos a redação e citamos 3 linhas de pensamento:

A sua tarefa, a partir desse ponto, é discorrer um parágrafo sobre cada um desses pontos principais que separou, cada um com 5 linhas. Lembre-se de correlacionar um com o outro sempre ao final do parágrafo. Por exemplo, no final do parágrafo sobre a redução da quantidade de C02, você pode mencionar:

“[…] diminuindo a quantidade de carros parados nas ruas, já que não haverão mais tantos postos de gasolina, mas sim pontos de carregamento espalhados em pontos estratégicos.”

Dessa forma, ao deixar um “gancho” no final do parágrafo, você cria união no conteúdo e pode iniciar o parágrafo seguinte de forma mais fácil, sem realizar uma “quebra” de assunto tão grande.

6. Finalize com a conclusão

No último parágrafo, portanto, finalize com a conclusão, oferecendo uma solução ou ideia de como desenvolver a redação que você escreveu na prática do cotidiano. Assim, com mais 5 linhas, você provavelmente chegou a ter entre 25 e 30 linhas de redação. Gostou da nossa dica de como fazer redação para concurso? Deixe seu comentário abaixo. Até a próxima!